Escolha uma Página

ANSIEDADE

A ansiedade é um sentimento normal que faz parte da vida e pode estar associado a situações boas ou ruins, como, por exemplo, entrevista de emprego, apresentações de trabalho, mudanças de escola, de emprego ou de cidade. A ansiedade pode ocorrer em diferentes situações da vida de um indivíduo, sem que haja prejuízo(s). Vale ressaltar que, quando a ansiedade fica muito intensa, pode haver consequências negativas para a pessoa, como alguns transtornos mentais que requerem tratamento.

A ansiedade é uma emoção associada ao medo e se manifesta quando existe um risco real ou imaginário, preparando o organismo para lidar com possíveis ameaças. O nosso organismo se prepara fisiologicamente para enfrentar a situação, causando aceleração dos batimentos cardíacos, contração de músculos e de órgãos (como o intestino), e aumento do trabalho dos brônquios (respiração acelerada). Durante o pico de ansiedade, ocorre a liberação do cortisol, para que haja uma descarga de adrenalina e a pessoa possa encarar a situação de estresse. Em caso de Transtorno de Ansiedade, a pessoa apresenta várias alterações fisiológicas, sem uma necessidade real, pelo fato de ela se sentir frequentemente em risco.

São sintomas físicos de uma crise de ansiedade:

  • Sudorese;
  • Palpitação;
  • Tremor;
  • Náusea;
  • Contração muscular;
  • Falta de ar;
  • Vertigem;
  • Insônia; e
  • Diarreia.

Já os sintomas emocionais da ansiedade são:

  • Insegurança;
  • Inquietação interna;
  • Insônia;
  • Irritabilidade; e
  • Dificuldade para se concentrar.

A ansiedade tende a estar elevada em situações de avaliação, situações novas e circunstâncias nas quais existe risco real ou imaginado.

Quando elevada e constante, a ansiedade pode gerar transtornos mentais, tais como: Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC), transtorno de ansiedade generalizada, síndrome do pânico, síndrome de ansiedade social, transtorno de estresse pós-traumático, entre outros.

Em caso de transtorno de ansiedade, que pode surgir sem motivo aparente ou real, é comum apresentar implicações muito desagradáveis para a pessoa, como medo e inquietação. Tudo isso gera estresse que só tende a aumentar com o passar do tempo, caso não haja tratamento adequado.

Diversos fatores contribuem para o desenvolvimento do transtorno de ansiedade: genética, eventos traumáticos, estresse, personalidade, etc. Esses problemas requerem tratamento médico e psicológico, para que a pessoa consiga lidar de forma apropriada com as situações, visando qualidade de vida.

Contato

Entre em contato 

(21) 99272-5390

Estrada de Jacarepaguá, 7655 - Sala 418 - Freguesia - Rio de Janeiro

anacristinavale23@gmail.com